Em 1 de fevereiro de 1904, alguns moços afeiçoados à pratica de esportes ainda incipiente em nosso meio, fundaram uma sociedade para oferecer aos seus associados, material e oportunidade de praticar a cultura física. Nasceu assim o Sport Club Santa Cruz, que logo depois estendeu suas atividades ao esporte náutico, se filiando à F.C.R.B. já existente, embora fosse ele mais velho 4 meses e 25 dias. Participou pela primeira vez da 3ª regata oficial da Bahia em 24 de maio de 1906, logrando na 3ª prova em Canoa a 4 Remos um honrado 2º lugar. Alcançou a sua primeira vitória com a Baleeira Gaúcha a 4 remos na 9ª Prova da 4ª Regata realizada em 1 de Novembro em 1906. A partir daí se cobriu de glórias, trazendo bem alta a flâmula à cuja sombra seguiu dentro dos princípios da disciplina, buscando o aprimoramento moral e psicológico dos seus atletas com o trabalho eugênico e salubre. Aprovadas em estatuto as cores do clube inicialmente eram azul e amarelo, sendo substituída mais tarde, a última por branco. Dizem os velhos lobos das justas na Enseada dos Tainheiros que a ideia da fundação originou-se de uma palestra no "Bar Bela Jardineira", no Comércio, onde foi a despensa Vantajosa, na Rua Portugal. Já no ano seguinte de sua criação, é fundado no dia 1 de junho de 1905, o Departamento Náutico, tendo em seguida sido aberta uma subscrição entre sócios e comerciantes para a compra de barcos, o que resultou em pleno êxito. Em 1931, pela 1ª vez que a Taça Maria Luiza foi corrida o Sport Club Santa Cruz foi laureado, vencendo a taça transitória por 14 vezes, sendo em sequência, de 1935 a 1942, a última na 4ª regata de 1999. O "Benjamim" como é chamado por ser o mais moço dos 4 coirmãos, na época, foi Campeão Baiano numa sequência admirável de 8 anos seguidos.