Disputar a 2ª Divisão do Campeonato Baiano.

Em 1965 conquistou o vice-campeonato ao perder o título para o Redenção Futebol Clube, obtendo acesso à 1ª Divisão.

Em 1966 disputou pela única vez na sua história a 1ª Divisão do Campeonato Baiano. Na estréia, em 11 de junho, foi derrotado em 2 a 0 para o São Cristóvão Atlético Clube com dois gols de Dalmar. Na sua segunda partida, em 19 de junho, foi duramente derrotado pelo Esporte Clube Vitória por 10 a 0. No primeiro turno a equipe não somou nenhum ponto. No segundo turno, em 1º de fevereiro de 1967, empatou com o Galícia Esporte Clube com gol de Augusto marcando seu único ponto na história do Campeonato Baiano da 1ª Divisão. No total em 14 jogos foram 13 derrotas e um empate sem vitórias. Marcou 3 gols e sofreu 60 gols. Augusto foi o artilheiro da equipe marcando 2 gols. O outro gol foi marcado por Hélio.



Esse é o time do Esporte Clube Estrela de Março a equipe tinha o escudo do clube igual ao do Botafogo (RJ), porém com a parte preta trocada pelo vermelho e a estrela solitária branca no centro.
.
O time só disputou um campeonato na primeira divisão do Baianão, foi em 1966. Ficou em último lugar. Fez 14 jogos. Empatou um e perdeu os 13 restantes. 03 gols a favor e 60 sofridos. Fica uma pergunta em duas. Quem foi pior? Guarany ou Estrela de Março?
.
O Estrela disputou um campeonato. O Guarany já foi campeão em 1946. Porém, em todos os outros anos ficava em último. O Estrela perdeu por vários anos os jogos da segundona baiana. A briga é boa!

Desde então o clube participou por dezenas de vezes da 2ª Divisão sem conseguir o acesso, o qual esteve próximo em 1988, quando perdeu o título para o Galícia Esporte Clube Apenas o campeão era promovido naquele ano.